DIVULGA CIÊNCIA

Valorizando os periódicos brasileiros através da divulgação científica

Divulga Ciência ultrapassa mil curtidas!

Carolina Medeiros e Kátia Kishi

Alcançamos as 1000 curtidas! Foram exatos um ano de esforços e melhorias contínuas para conquistar um público interessado em pesquisas publicadas em revistas científicas brasileiras. Um esforço que tem gerado um movimento de engajamento de várias revistas, historicamente feitas para se comunicarem com especialistas.

A divulgação científica é uma importante aliada para dar acesso às novidades científicas à sociedade e também para dar visibilidade às revistas brasileiras, que ainda não são fontes de informações diárias dos jornalistas ou assessores de imprensa de instituições de ensino e pesquisa no Brasil. Mas este quadro está mudando!

Neste primeiro ano de Facebook, o Divulga Ciência conquistou espaços importantes de divulgação de artigos científicos de revistas brasileiras ao pautar, por meio de press releases, notícias no Portal de Periódicos da USP, na Agência USP, Portal da Unicamp, Jardim Botânico do Rio de Janeiro, na Agência Universitária de Notícias da USP, no jornal Estado de S.Paulo, na revista ComCiência, no programa Oxigênio da RTV Unicamp, entre outros veículos de comunicação.

Para comemorar a milésima curtida, reunimos as “TOP 10 publicações” com mais acesso. Entre elas está a divulgação de artigos das revistas Rodriguésia, Educação & Pesquisa e a nova edição da Anais da Academia Brasileira de Ciências. Os rankings das revistas científicas com mais downloads no Portal da USP também fizeram sucesso, além de notícias sobre eventos que o Divulga Ciência organizou ou participou, como a visita de Marcos Oliveira para tratar sobre o marketing aplicado na ciência e na tecnologia, ou o projeto de digitalização em alta resolução da mais antiga revista científica do mundo, a inglesa Philosophical Transactions, e o editorial sobre a importância da divulgação científica como prática acadêmica, escrito pela coordenadora do Divulga Ciência para o Boletim da Associação Brasileira de Editores Científicos (Abec).

Ranking das dez postagens com maior acesso

Ranking das dez postagens com maior acesso

Ao analisar as publicações que tiveram maior alcance de usuários da rede social, foi possível perceber que o público que interage com os conteúdos são, em sua maioria, acadêmicos, com idade entre 25 e 34 anos (34%) e mulheres (58%) que se inspiram nas novidades e estratégias que envolvem o mundo dos periódicos científicos, além de aproveitarem das informações dos artigos brasileiros divulgados. O balanço também constatou que dos atuais 1015 seguidores da página, há uma concentração de público nas cidades de São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro, provavelmente porque o grande fluxo de artigos divulgados na página ainda ser de instituições localizadas nessas regiões, devido às parcerias firmadas. O Divulga Ciência também conta com público residente em outros países como Estados Unidos, México e Portugal, motivados por artigos de autores estrangeiros publicados nas revistas brasileiras, como o press release “Para que serve a pesquisa em educação?”, cujo autor é o ex-reitor da Universidade de Lisboa, Antonio Nóvoa.

O Divulga Ciência é um produto originado em um projeto de pesquisa, financiado pela FAPESP, e que, por meio de parcerias entre o Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) da Unicamp e do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBi) da Universidade de São Paulo (USP), se propôs a desenvolver estratégias de comunicação para aumentar a visibilidade das revistas científicas brasileiras. Para sua nova fase, o Divulga Ciência está reestruturando seu blog (https://blogdivulgaciencia.wordpress.com/)  para melhorar seu acesso e funcionalidade. Em breve teremos novidades!

Reveja ou acesse abaixo as “Top 10 publicações”

1) O artigo “Plantas usam diferentes estratégias para sobreviver à seca” (http://is.gd/cxTNZR) alcançou 5.468 pessoas e traz uma pesquisa que diferencia as estratégias de resistência à seca entre as plantas que perdem folhas no período de estiagem e as plantas que mantêm suas folhas.

2) “Flores e beija-flores do cerrado” (http://is.gd/bYFpLe), trata de uma investigação sobre a flora que fornece néctar aos beija-flores em três áreas de Cerrado no Brasil Central. O estudo foi realizado por pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais do Instituto de Biologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e o alcance dessa publicação foi de 4.506 pessoas.

3) O anúncio da publicação da nova edição do Anais da Academia Brasileira de Ciência (vol.87, no.1, 2015)  que teve um alcance de 3.958 pessoas. Os 45 artigos da edição podem ser acessados no link (http://is.gd/rmComf).

4) Com um alcance de 2.952 acessos, o Ranking USP (março) (http://is.gd/YDkScQ) ocupou a quarta posição das postagens mais acessadas se traz as revistas de maior acesso no portal SIBi-USP.

5) A visita de Marcos de Oliveira, diretor do marketingLAB, que falou sobre divulgação de informações científicas em produtos, como a cerveja artesanal e, assim, aproximar o consumidor da ciência que envolve seus processos (http://is.gd/PBazI0). A postagem atingiu a marca de 2.235 pessoas.

6) “Para que serve a pesquisa em educação?”, esse é o título de um press release publicado originalmente no blog “SciELO em Perspectiva: Humanas” e compartilhado na página do “Divulga Ciência”. A postagem que ocupa a sexta posição do ranking, com um alcance de 2009 pessoas, aborda as críticas sobre a atual produção científica no Brasil e em universidades no mundo, como as pressões e os modos que se articulam as pesquisas. (http://is.gd/mPzB5K).

7) Os 350 anos do periódico científico mais antigo do mundo, o Philosophical Transactions, e o anúncio da completa digitalização da revista, que contém 566 volumes, mais de 3.700 fascículos e cerca de 70 mil artigos, é o assunto da matéria que ocupa o sétimo lugar, com um alcance de 1.601 pessoas.

8) Com um alcance a menos, 1.660 pessoas, “A importância da divulgação científica como prática acadêmica” (http://is.gd/6HZ9QZ), editorial publicado pela coordenadora do Divulga Ciência, Germana Barata para o portal da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC), aborda o papel da divulgação científica na produção mundial.

9) A entrevista de Luis Radford (http://is.gd/DaDdu7), professor da Laurentian University em Sudbury, no Canadá, registrou um alcance de 1.212 pessoas. Ao longo da entrevista, que foi publicada na primeira edição de 2015 da revista Educação & Pesquisa, Radford defende ser insuficiente o ensino individualista proposto no século XX e sugere um novo significado para as ideias sobre saber, conhecimento e aprendizagem.

10) Mais um ranking das revistas da USP (abril) (http://is.gd/uCjBw3) com um alcance de 1.061 pessoas. E por fim, em décimo lugar com 1.000 acessos está a reportagem “Comunicação entre jornalistas avança, mas é preciso facilitar o diálogo” (http://is.gd/6n52ex), produzida exclusivamente para o blog “Divulga Ciência” sobre o workshop Comunicação e Pesquisa, realizado no fim de abril, na USP – Universidade de São Paulo.

Equipe do Divulga Ciência  com alguns parceiros do projeto

Equipe do Divulga Ciência com alguns parceiros do projeto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 18 de junho de 2015 por em Divulga Ciência e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: