DIVULGA CIÊNCIA

Valorizando os periódicos brasileiros através da divulgação científica

Divulga cientista: O psiquiatra e educador Içami Tiba morre aos 74 anos

Içami Tiba

Içami Tiba

Por Kátia Kishi

No final dessa tarde de domingo (2), o renomado psiquiatra e educador Içami Tiba faleceu aos 74 anos no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A causa da morte não foi divulgada pela família, mas o médico estava internado desde o começo do ano em tratamento de um câncer.

Descendente de imigrantes japoneses que vieram para o Brasil na década de 30, Içami nasceu em 1941 no município de Tapiraí, interior de São Paulo próximo de Sorocaba. Sua carreira promissora engatilhou em 1968, quando formou na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e se especializou em psiquiatria no programa de residência do Hospital das Clínicas, onde foi professor assistente por sete anos.

Referência mundial em psicoterapia de crianças, adolescentes e família, o médico também se graduou em psicodrama pela Sociedade de Psicodrama de São Paulo e foi lecionou por 15 anos “Psicodrama de Adolescentes” no Instituto Sedes Sapientiae na zona oeste da capital de São Paulo.

Tiba publicou 40 livro que somaram mais de quatro milhões de cópias vendidas, como “O Homem Cobra Mulher Polvo”, “Juventude & Drogas – Anjos Caídos”, “Família em alta performance – conceitos contemporâneos na Educação”, “Limite na medida certa” e o best-seller “Quem ama, educa!”.

O médico que destacou na divulgação científica teve bastante repercussão nas redes sociais e, além de escritor, também foi colunista na TV Record, TV Bandeirantes, Revista Viva São Paulo e no site UOL e mantinha o programa “Quem ama, educa!” na Rede Vida.  O educador também realizou mais de 3400 palestras em escolas, secretarias de educação nacionais e internacionais e empresas e atendeu mais de 72 mil casos clínicos.

Destaque na psiquiatria

Içami Tiba foi um conceituado e reconhecido psiquiatra brasileiro. Segundo uma pesquisa encomendada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) para o Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), em 2004, Tiba é o terceiro mais admirado e usado como referência na psicologia, atrás de Sigmund Freud e Gustav Jung.

Em sua produção científica, o Divulga trouxe um artigo publicado na revista brasileira “Arquivos de Neuro-Psiquatria”, publicação da Academia Brasileira de Neurologia:

Artigo: Distúrbios de conduta com predomínio de agressividade, irritabilidade, impulsividade e instabilidade. Estudo clínico-eletrencefalográfico de 100 casos
Autores:  J. Carvalhal Ribas; Eneida Baptistete; Carlos A. Vieira Fonseca; Içami Tlba; Horácio S. Coutinho Filho
Revista: Arquivos de Neuro-Psiquatria (volume 32, número 3, 1974).

Içami Tiba em Palestra. Imagem de suas redes sociais (www.facebook.com/icamitiba).

Içami Tiba em Palestra. Imagem de suas redes sociais (www.facebook.com/icamitiba).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 3 de agosto de 2015 por em Divulga Cientista.
%d blogueiros gostam disto: